SUAS 10 anos: população mais pobre e vulnerável acessando direitos

O Sistema Único da Assistência Social (Suas), nesta quarta-feira (15) celebra 10 anos. Foi neste dia, no ano de 2005, que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome publicou a Norma Operacional Básica do Suas e marcou o início de uma nova era de superação da extrema pobreza no país e de garantia de direitos.
O sucesso da iniciativa, que envolveu esforços do governo federal, governos estaduais e prefeituras, rompeu com o ciclo de assistencialismo e clientelismo que vigorava até então no país. No período, o foco do governo federal na inclusão e no desenvolvimento da população mais pobre trouxe à assistência social o desafio de se tornar o centro das políticas sociais no país, atuando territorialmente para integrar os diversos programas setoriais.
O SUAS também tem dois tipos de unidades de atendimento. Uma delas é o Centro de Referência da Assistência Social (Cras). Nele, as pessoas podem conhecer e ter acesso a benefícios, como o Bolsa Família, a cursos de capacitação ou ao serviço de fortalecimento de vínculos. Desde 2005, o crescimento da quantidade destes locais em funcionamento chega a 278%, passando de 1.978 para 7.482 atualmente, em 5.541 municípios.
Já nos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) são disponibilizados serviços voltados a famílias e indivíduos em situação de violência física, psicológica, sexual, tráfico de pessoas, entre outras, promovendo o acesso dessas pessoas a direitos socioassistenciais. Também houve grande ampliação destas unidades, crescendo 174% nestes 10 anos. Hoje existem 2.434 Creas em todo o país.
O Suas ainda criou duas novas estratégias para garantir que o Estado chegasse aos locais mais isolados e de difícil acesso. São 1.256 equipes volantes e 138 Lanchas Sociais que recebem apoio do MDS. Estas duas iniciativas permitiram que, por meio da busca ativa, 1,4 milhão de famílias em situação de extrema pobreza fossem incluídas no Cadastro Único para Programa Sociais do Governo Federal. E agora elas acessam o Programa Bolsa Família e os serviços socioassistenciais.
Em Macapá o CRAS funciona no prédio do Macapá Criança, no bairro das Pedrinhas.

FOTO: Asscom PMM
FOTO: Asscom PMM
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s